CARTA ABERTA DOS ARTISTAS, COLETIVOS, ASSOCIAÇÕES E ENTIDADES DE PESSOAS LIGADAS A ARTE E CULTURA DE CURITIBA

Diante da crise política que se instaura e dos discursos de ódio promovidos irresponsavelmente pela mídia oficial, por instituições, partidos políticos e organizações que caminham contra o Estado Democrático, nós artistas, coletivos, associações, entidades, trabalhadorxs e pessoas ligadxs a Arte e Cultura escrevemos essa carta pública para afirmar que não aceitamos qualquer tipo de retrocesso em relação aos direitos e à liberdade democrática que foram construídos pela força e luta do povo brasileiro ao longo dos anos.

Sendo assim,

Somos oposição à corrupção, seja ela em qualquer partido, instituição e em qualquer nível;

Somos oposição à retirada dos direitos da população e ao retrocesso nos avanços das políticas públicas;

Somos oposição à irresponsabilidade da grade mídia que não se mostra imparcial;

Somos oposição ao processo de impeachment da presidenta Dilma, eleita por 54,5 milhões de votos e que caminha sem nenhuma acusação ou crime de ilegalidade comprovados;

Somos oposição a uma Comissão de Impeachment composta por investigados em esquema de corrupção e PRINCIPALMENTE presidida por Eduardo Cunha, réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro;

Somos oposição à tentativa de golpe através da mídia e do judiciário, de forma irresponsável e seletiva;

Somos oposição à tentativa do Senado em implementar o semi-parlamentarismo, uma forma velada de golpe. Acreditamos que essa decisão cabe apenas à população, em consulta feita através de plebiscito;

Defendemos a regulamentação dos meios de comunicação como forma de democratizar, preservar e estimular a liberdade de expressão e a pluralidade das manifestações artísticas e culturais;

Defendemos a manutenção e ampliação do diálogo entre poder público, movimentos sociais, movimentos populares, sindicatos e toda a sociedade;

Defendemos investigações imparciais com base em meios legais para qualquer suspeito da justiça;

Defendemos a apuração de todos os eventuais excessos por parte do Poder Judiciário, do Juiz Sérgio Moro e da Polícia Federal, dentro dos critérios estabelecidos Constituição Federal;

Defendemos a REFORMA POLÍTICA com ampla participação social;

Defendemos o ESTADO DE DIREITO.

Somos Brasil e por ele estamos lutando, pois nossa bandeira é de todas as cores!

[inscricoes-webcontatos id=”2″ limit=”100″]

assinantes

Apoie!


Assinaram

[inscricoes-webcontatos id="2" limit="10"]